sexta-feira, 16 de junho de 2006

Granizo no Vale do Douro

Estrada Pinhão-Covas do Douro junto à Quinta de la Rosa

Como sabem houve na noite de quarta para quinta uma forte trovoada com queda de granizo aqui no Vale do Douro. As áreas mais afectadas, tanto quanto consegui apurar, são Gouvães, Sabrosa, Provezende, Vale de Mendiz e partes do vale do rio Torto.
O granizo foi bastante localizado e, por sorte, não atingiu as vinhas da Quinta do Infantado, passou perto mas ao lado.
Alguns produtores amigos não tiveram a mesma sorte e foram afectados: Jorge Moreira (vinhas do Poeira), Quinta de la Rosa, diversos lavradores de Vale de Mendiz que fornecem, entre outros, a Niepoort e a Bago de Touriga, Cristiano van Zeller, ...
A todos os lavradores afectados, a maioria dos quais não conheço pessoalmente, envio um voto de coragem e solidariedade. É uma hora difícil, não só pela produção perdida de 2006 como pelos danos, maiores ou menores, nas videiras com repercussão para o futuro.

4 comentários:

Copo de 3 disse...

Amigo João

Até que ponto pode este acontecimento afectar a produção de vinho para os produtores afectados ?
Diminuição da produção...
Um ano sem produção...

O que se pode esperar ?

De resto um abraço solidário do Alentejo para o Douro.

João Barbosa disse...

Uma palavra solidária para o Douro.

Nuno de Oliveira Garcia disse...

João,

Um desastre, sem dúvida. falei com alguns amigos meus que vivem na zona e, por sorte, o granizo também lhes passou ao lado.
Um abraço solidário e votos para uma rápida recuperação.

N.

Saca a Rolha

pp disse...

Caro João

Fiquei muito satisfeito em saber que as vinhas do Infantado não foram atingidas embora triste por todos os outros produtores que o foram, especialmente pelo património vitivinícola único que irremediavelmente se possa ter perdido.

um abraço
pp

p.s. adorei a tua nova imagem

 
eXTReMe Tracker